Mercado de Caminhões exige e exibe cautela.

 

A queda nas vendas de caminhões nas concessionárias do país está com retração de 23%, quando comparados no mesmo período de 2011, cuja ação se deve ao aumento dos preços dos veículos da norma Proconve 7/ Euro 5. Esse desempenho também é o reflexo direto do efeito da crise internacional e com a economia que vem registrando números não satisfatórios. Os mais otimistas avaliam a perspectiva de aumento da atividade econômica brasileira e que deve a curto prazo impulsionar a comercialização de novos caminhões. Os licenciamentos de veículos comerciais no ano somam 99,1 mil unidades (até setembro último), segundo dados da Fenabrave e coletados das nove montadoras nacionais associadas à entidade, que encerraram setembro/2012 com volume de 23,3% menor do que verificado no ano passado. Os incentivos concedidos pelo Governo Federal devem transformar o Brasil em um grande polo de tecnologia e na produção acentuada de veículos mais modernos e competitivos, cuja inovação tecnológica aumentará a participação das fabricantes brasileiras no mercado internacional. Como é o caso do Inovar-Auto – o novo regime automotivo brasileiro, que prevê que as montadoras nacionais terão benefícios fiscais ainda maiores no caso de investirem mais na tecnologia automotiva entre 2013 e 2017. A previsão é de que este plano deva incentivar a elevação nos investimentos da indústria de veículos brasileira para um volume de R$ 60 bilhões de reais até o final de sua vigência, estimou o presidente da Anfavea, Cledorvino Bellini.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s