Setor de Implementos: “Quadro pode mudar, mas demanda um certo tempo…”

O ano de 2012 continua representando uma negativa na produção de implementos rodoviários. Para a Anfir Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários a explicação pode ser dada pelos fatores da antecipação e compra de caminhões “0 km” equipados ainda com motores Euro 3 (de antiga tecnologia). Como isso ocorreu no final de 2011, a própria posição da logistica atual obrigou as transportadoras de se deslocar cada vez mais com suas cargas em trechos cada vez maiores, utilizando-se de enormes composições que demandam mais de um implemento por produto caminhão.  Assim de janeiro até agosto de 2012 as implementadoras e associadas da Anfir produziram cerca de 109 mil unidades, contra 126,5 mil equipamentos de igual período de 2011. Na matemática plena a retração chega a 13,95%. Técnicos da associação acreditam que a curva de queda pode reduzir sua até o final do ano, no que deve as ações governamentais de baixar os juros para os financiamentos de bens de capital pelo Programa Finame, de 5,5% ao ano para 2,5%, no que deve incidir positivamente no desempenho dos fabricantes de implementos rodoviários. “Acreditamos que a queda no percentual dos juros dos financiamentos foi muito bem recebida pelas nossas associadas, o que deve reverter o quadro no qual estamos passamos neste 2012” – afirmou Alcides Braga, presidente da Anfir.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s