Pesquisa CNT Rodovias – falta mais empenho para melhorar as vias brasileiras

Dois terços das rodovias pavimentadas do país estão em situação regular segundo dados da 16ª edição da Pesquisa CNT Confederação Nacional do Transporte sorbe as rodovias. Dos 95707 km, 33,4% estão regulares, 20,3% delas ruim e 9% restantes em péssima situação. As demais estradas: 27,4% estão em bom estado e 9,9% delas em ótimo. A análise é realizada em todas as rodovias federais e estaduais mais importantes e de condições de trafegabilidade (65273 km de rodovias federais, 30434 km de rodovias estaduais – dessas: 80315 km estão sob gestão pública e 15392 km em concessionárias).

A unidade com o maior percentual de rodovias em ótima situação é SP, com 49,9% do total, seguida por RJ (20,6%) e PR (18%).O trecho a capital paulista e Limeira (SP) está entre as dez melhores (nove interligam municípios de SP) e as dez piores ligações, a maioria está no Norte, Nordeste e Centro-Oeste, com destaque negativo para o trecho que vai de Rio Verde a Iporá, municípios de Goiás e de Natividade (TO) a Barreiras (BA). Os estados com maior percentual de estradas em péssimas condições são o Acre (38% do total), Roraima (25,3%) e Amazonas (22,5%). Já as rodovias avaliadas como ótimas ou boas passaram de 52,1% do total para 54,1% nesta edição de 2012. Mas quando comparados com os dados da fiel pesquisa realizada em 2011, houve uma piora na qualidade das estradas nacionais, como mostra que no mesmo periodo [2011] o Brasil tinha 57,4% rodovias classificadas como regulares, ruins ou péssimas, contra 62,7% neste ano de 2012.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s