Governo quer ampliar “linhas de crédito” para o segmento de máquinas, veículos e implementos.

Site_Foto_33

O Ministério da Fazenda através do seu representante oficial, Guido Mantega, anunciou a prorrogação das condições especiais do PSI Programa de Sustentação do Investimento (em vigor desde 2009) da linha de crédito do BNDES Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social que irá financiar a compra e aquisição de bens duráveis como caminhões, ônibus e máquinas e equipamentos. “O PSI terá um orçamento de R$ 100 bilhões para o próximo ano, onde 85 bilhões de reais serão dos recursos próprios do BNDES e o restante dos 15 bilhões de reais virão da liberação de compulsórios não remunerados” – enfatizou o chefe da pasta da Fazenda do Governo Federal.

ministro da Fazenda, Guido Mantega

O compulsório refere-se à parcela dos depósitos que os bancos comerciais são obrigados a manter retida no BACEN Banco Central. O PSI acabará em dezembro do ano que vem (com as taxas de juros especiais de 2,5% ao ano), passaram para 3% ao ano no primeiro semestre e 3,5% ao ano no segundo semestre de 2013. O ministro Mantega acredita que o objetivo do Governo Federal é fazer o investimento crescer 8% em 2013. “Esse será o nível necessário para que o crescimento do PIB [Produto Interno Bruto] seja vigoroso no ano que vem” – declarou o ministro.  As linhas serão 120 meses (dez anos) para todos os veículos, exceto para peças e componentes, que terão prazo de 36 meses (três anos) e para as empresas de energia o pagamento atingirá até 360 meses (30 anos).

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s