Caminhão trafega por estrada “do gelo” entre Rússia e Canadá (Via Polo Norte).

russian_canadian_trc_1

A expedição “Marine Live-Ice Automobile Expedition” realizou a viagem entre a Rússia e o Canadá a bordo de um caminhão (através do Polo Norte) percorrendo 4 mil km. Em muita das vezes abrindo o caminho no gelo com uma picareta, exigindo dos seus exploradores russos retornaram (de avião) ao seu país, após uma odisseia que durou dois meses e meio. O objetivo era de testar alguns caminhões especialmente projetados com pneus de baixa pressão, além da aventura de um grupo de velhos amigos sonhadores, atraídos pela “necessidade espiritual dos grandes espaços” – como explicou o líder do grupo, Vassili Ielaguine, durante escala em Ottawa, no Canadá. Os sete aventureiros receberam o apoio das autoridades russas, que os transportaram de barco ao seu ponto de partida. Os exploradores construíram os próprios caminhões, utilizando peças recuperadas em seus protótipos. A equipe transportou cerca de três toneladas de combustível diesel para os motores Toyota 2.0, que realizou durante o trajeto uma autonomia total de 4 mil km durante o trajeto: desses, 2600 km em 60 dias sobre o gelo flutuante no arquipélago russo de Severnaya Zemlya (Terra do Norte)- rumo ao oeste Outros 1,5 mil km foi sobre um banco de gelo costeiro mais sólido, até chegar a Resolute Bay, no Canadá. A velocidade média foi de 10 km por hora. Além de avistarem alguns ursos brancos, focas e alguns grupos de morsas, os aventureiros tiveram a oportunidade de ver “uma aurora boreal excepcional”, que iluminou o céu inteiro (em território do Ártico). A recepção dos canadenses deu-se 9 de maio, em Resolute Bay, lembrando que os exploradores russos que os caminhões ficaram guardados em garagens na pequena cidade à espera do trecho de retorno a Rússia, na aventura seguinte. Assim em fevereiro de 2014, a “Marine Live-Ice Automobile Expedition” deve voltar à estrada rumo a oeste e atravessando o Estreito de Bering – em seu trecho norte, sobre gelo sólido – para retornar à costa russa do Pacífico. Os robustos caminhões da aventura foram batizados de “Yemelya”, em homenagem ao personagem de uma fábula russa, preguiçoso, mas capaz de viajar no forno de uma cozinha mágica onde dorme. (Por Thadeu Henrique M Oliveira, editor, de Nova York, EUA – Correspondente para a Revista Intruck Transportes Cargas & Implementos Rodoviários – Brasil – Imagem: Press).

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s