A Magirus – de volta para o Brasil… E com novidades!

iveco_magirus_truck_model_hlf_20_16_2 iveco_magirus_model_g1_dlk_23_12_glt_cs Image converted using ifftoany

A Magirus – tradicional e pioneira fabricante de veículos alemã, adquirida pela montadora Iveco na década de 1970, tem em sua grade comercial os modelos para uso em combates a incêndio, cuja primeira fábrica deverá ser fora da Europa. Sediada em Ulm, ao sul da Alemanha, a empresa conhecida mundialmente por suas escadas giratórias terá uma nova linha de produção no complexo de Sete Lagoas, MG, cujas operações estão previstas para iniciar até o fim de 2014. A Magirus está presente aqui no país com o caminhão modelo o “Super Impact 6×6”, numa moderna e nova geração do modelo “Impact”, baseado na plataforma do Iveco Tector (que na Europa é chamado de Eurocargo). Por meio de um contrato de R$ 140 milhões, 80 unidades deverão ser entregues à Infraero – empresa pública que administra os aeroportos no Brasil. “As primeiras unidades serão importadas: até o início da Copa do Mundo (junho de 2014), devemos entregar 69 unidades do Super Impact para atender os aeroportos no Brasil”, conta o diretor de Logística da Magirus para a Alemanha, Thales Maia, executivo de origem brasileira que está na Europa há 12 anos. “Os demais serão produzidos em Sete Lagoas” – completou o executivo. Os caminhões de prevenção e combate a incêndio da Magirus, o “Super Impact” modelo tipo caminhão-bomba, tem chassi e cabine adaptados para operações em aeroportos. Opera com capacidade para 11 mil litros de água [22% a mais que seu antecessor], levando até três operadores na cabine [um a mais do que a versão anterior]. O complexo de Ulm é responsável pela adaptação, montagem e fornecimento de equipamentos necessários em operações de salvamento para veículos que atuam em corporações como bombeiros de todo o mundo. Na planta industrial são fabricados e construídos três tipos de veículos–aéreo (com escada giratória, entre 24 e 60 metros de altura para caminhões médios), caminhão-bomba (veículos para esguichos d’água, sem escada) e ainda as versões de resgate (como utilitários leves adaptados e ambulâncias).  Por Jean R Dierckx, de Bruxelas, Bélgica – Correspondente para a Revista Intruck Transportes Cargas & Implementos – Fotos: Magirus/Iveco/Press Communication.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s