Em 2003 o caminhão pesado da Volvo recebeu novo motor D12D e a primeira geração da caixa de câmbio I-Shift

Tudo era novo na nova geração de caminhões “FH” lançada em 2003. Com a opção do propulsor com 460 cv além do novo motor D12D nas potências de 380 cv e 420 cv, a linha sueca de caminhões chegava com a caixa de câmbio eletrônica “I-Shift” – a única do setor a não ter pedal de embreagem e a proporcionar o máximo de conforto para o seu condutor. O acabamento interno, o painel de instrumentos, o computador de bordo, as luzes de leitura e os porta-objetos confirmavam a cabine mais confortável do mercado. Os veículos da época foram lançados com a TEA Truck Electronic Architecture, Arquitetura Eletrônica para Caminhões que registrava, armazenava e distribuía as informações detalhadas sobre todas as diferentes funções das partes do caminhão. A caixa “I-Shift” da Volvo surgia então para ser utilizada nas operações de distribuições e transporte de longa distância, com PBT Peso Bruto Total combinado de até 45 toneladas. Por fora os “poderosos da Volvo” – os “FH´s” ganharam novos e modernos faróis, espelhos retrovisores e para-choques. Por Thiago L M Oliveira, de Buenos Aires, Argentina – Correspondente para a REVISTA INTRUCK TRANSPORTES CARGAS & IMPLEMENTOS – Brasil – Foto: Arq. Volvo

volvo_fh_2003

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s