BRASIL: um País estritamente rodoviário…

IMG_4063 IMG_4082

O Brasil é ainda um grande dependente do modal rodoviário, principalmente para o escoamento da produção (tanto agrícola como industrial), cuja qualidade dessas vias é uma temática de grande relevância para o País. Em termos de competitividade o Brasil fica atrás de muitos países, encarecendo assim todos os produtos fabricados. A infraestrutura viária e rodoviária brasileira tem que ser reestruturada para agregar os mais expressivos objetivos da distribuição regional. A apresentação das principais novidades dos fabricantes e distribuidores de equipamentos e produtos para construção e manutenção de estradas e vias urbanas, pontes, viadutos e túneis, pavimentação em asfalto e concreto, soluções para drenagem, contenção de encostas, segurança, sinalização e gestão de vias e rodovias não podem esperar mais. Técnicos, engenheiros e profissionais da área destacam que é necessário que todos os órgãos ligados ao segmento de transporte (como o Ministério dos Transportes – DNIT, ANTT, EPL, DER´s estaduais, concessionárias de rodovias, prefeituras e empreiteiras) devem apresentar como soluções a integração única de informações e de metas prioritárias. A busca de novas soluções para as obras viárias não podem ficar esperando as definições imediatistas. Segundo dados da “Pesquisa CNT de Rodovias 2014” – a Confederação Nacional dos Transportes, no País são mais de 98 mil km de rodovias e que 47% delas apresentam algum tipo de deficiência no pavimento como buracos, trincas, afundamentos, ondulações. Problemas de sinalização como faixas com pintura desgastada ou ausência de placas, somaram 67%. O maior percentual de problemas se diz a respeito da geometria das estradas: 78% têm deficiências como ausência de acostamento, curvas perigosas e longas extensões com mão dupla. Por isso a iniciativa privada e o Governo Federal devem elevar as discussões sobre os assuntos como o RDC Regime Diferenciado de Contratação, as “PPP´s” Parcerias Público-Privadas, o PNLT Plano Nacional de Logística e Transportes e as futuras concessões rodoviárias entre outros inúmeros assuntos para que sejam agregados num único programa desenvoltista para tornar-se mais clara a infraestrutura viária por todo o País. O Brasil não pode mais ficar esperando as “promessas” passadas para alavancar um posicionamento adequado no cenário mundial. Helio L Oliveira, editor MTb 69429SP, de SP – Foto: Intruck/AutomotivePress/NOP-Truck

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s