Os primeiros resultados da indústria automobilista nacional em 2015.

volvo_fmx_cab_dupla

Segundo dados apurados da FENABRAVE – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, o primeiro mês de 2015 encerrou com queda de 31,02% nas vendas de automóveis e comerciais leves (no comparativo com dezembro de 2014). Foram então comercializados 243.904 autoveículos em janeiro (contra 353.581 no mês anterior). “Mesmo com dois dias úteis a mais em janeiro, houve uma antecipação de compras, em dezembro, por conta do fim do benefício do desconto de IPI, que voltou aos patamares normais a partir do dia 1/1/2015” – enfatizou o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Jr. De acordo com o presidente, além da antecipação de compras, historicamente, o mês de janeiro é um período de vendas mais baixas (em função do aumento de gastos da população, que ocorre no início do ano, como o pagamento do IPVA, IPTU, material escolar, entre outros). “Além da sazonalidade, o baixo desempenho da economia brasileira, ao fim de 2014, fez com que o consumidor pensasse mais na hora de assumir uma dívida de longo prazo. Esperamos que este cenário mude ainda no decorrer e no exercício de 2015” – pontuou Assumpção Jr. Nos emplacamentos de todos os segmentos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas e implementos rodoviários), a FENABRAVE identificou uma retração de 18,90% para o primeiro mês do ano (se comparado a janeiro de 2014). Foram então emplacadas 372.986 unidades em janeiro 2015 (contra 459.910 no mesmo período do ano anterior). Assim foram emplacadas 243.904 unidades de automóveis e comerciais leves em janeiro, (contra 353.581 em dezembro/2014), o que representa queda de 31,02%. Comparados ao mês de janeiro de 2014 (299.735), a baixa foi de 18,63%. Já os emplacamentos de caminhões apresentaram uma queda de 43,97% na comparação com dezembro/2014 (foram licenciadas 7.674 unidades em janeiro 2015, contra 13.697 caminhões no mês anterior de 2014). Na comparação com janeiro do ano passado, quando foram negociadas 10.716 unidades, o segmento retraiu 28,39%. No segmento de ônibus também apresentou uma queda no mês de janeiro 2015, quando foram emplacadas 2.229 unidades (contra 2.740 em dezembro/2014: retração de 18,65%). Já na comparação com janeiro de 2014 (2.140 unidades), o segmento registrou crescimento de pontual de 4,16%. Juntos, os setores de caminhões e ônibus apresentaram uma retração de 39,75%, no comparativo entre dezembro 2014 e janeiro 2015, e de 22,97% na comparação entre janeiro de 2015/2014. Em implementos rodoviários foram vendidas 2.259 unidades em janeiro (contra 5.159 em dezembro/2014). Este valor representa uma queda “expressiva” de 56,21% entre os meses apurados. Em relação a janeiro de 2014 (4.830), o segmento também apresentou uma forte retração, chegando a 53,23%. Editorial Intruck Transportes Fev/2015

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s