O sofrimento da falta de infraestrutura que deixa o BRASIL na lanterna mundial!

rodoanel_mcovas_trecho_sul

Com tantos ganhos de produtividade em grãos, a produção agrícola no Brasil enfrenta o grave problema da infraestrutura que não avança com os números colhidos pelos plantadores nacionais. Segundo o presidente da CNA Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, João Martins da Silva Júnior, a alta carga tributária e a falta de estrutura para o escoamento da produção, com estradas ruins e portos obsoletos e caros, são os principais entraves para o agronegócio no País. Os custos logísticos fora da fazenda equivalem, em média, a quatro vezes os custos argentinos e norte-americanos, por causa da falta de infraestrutura.

IMG_4063

De acordo com a CONAB Companhia Nacional de Abastecimento, o Brasil deve colher cerca de 208,8 milhões de toneladas de alimentos na safra agrícola 2014/2015, com expansão de 7,9% em relação à safra anterior. “Somos o país que mais tem crescido na produção de alimentos” – afirmou o executivo Silva Junior. “À medida que as fronteiras agrícolas se interiorizam e se distanciam dos portos do Sul e do Sudeste, os custos de logística para escoamento da produção aumentam” – finalizou.

ivec_hi_way9

Em alguns casos os grãos em vez de serem exportados pelos portos do Norte e do Nordeste, viajam cerca de 2 mil km até os portos do Sudeste como o de Santos (SP) e o de Paranaguá (PR), com custos crescentes. Há cerca de dois meses, o Governo Federal lançou um plano de concessões de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos, que prevê investimentos de R$ 198,4 bilhões para melhorar a infraestrutura de transportes no país – R$ 69,25 bilhões até 2018 e mais R$ 129,2 bilhões até o fim das concessões, de cerca de 30 anos. Será possível então baratear os custos de logística em torno de US$ 60 a US$ 80 por tonelada de soja ou de milho colhidos em áreas de fronteira agrícola, dando mais competitividade a nossos produtos no mercado externo. Caso haja evolução nos trasportes e no total empenho de melhorar em tudo o que existe atualmente, o Brasil poderá ultrapassar o maior produtor de grãos do planeta, os EUA em 2020, segundo destacou o próprio Governo.[Elias Marques, editor MTb 49162SP, de SP – Foto: Divulgação]

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s